A Câmara Municipal de Santa Rita de Caldas aprovou, em segunda votação, o Projeto de Lei que dá nome à Rodovia do Contorno do município. Com cerca de 4km e asfalto recém-recuperado, o Contorno é uma das mais importantes vias de Santa Rita de Caldas, e passará a se chamar Rodovia do Contorno Expedicionário Antônio Cassemiro de Carvalho.

Filho de Cassemiro Osório de Carvalho e Ana Joaquina de Melo, Antônio Cassemiro de Carvalho foi um grande santa-ritense, conhecido por ser ex-combatente da Segunda Guerra Mundial.

Nascido em 21 de dezembro de 1917, Antônio Cassemiro passou sua infância e juventude na zona rural de Santa Rita de Caldas, dedicando-se aos negócios conjuntos de sua família. Alistou-se ao serviço militar obrigatório, tornando-se reservista das forças armadas em 1938. Com a deflagração da Segunda Grande Guerra Mundial e o ingresso do Brasil como membro dos países “aliados” foi convocado em 1943 para lutar nos campos de batalha da Itália, para onde seguiu em 1944, permanecendo por oito meses. Participou diretamente das batalhas vitoriosas da Gloriosa Força Expedicionária Brasileira (FEB), que resultaram na conquista do Monte Castelo, uma elevação tomada pelos alemães que impedia o avanço do V Exército.

Retornou ao Brasil logo após o encerramento da Guerra, desembarcando no Porto do Rio de Janeiro. Voltando para sua cidade natal no dia 14 de outubro de 1945, foi recebido com grande festa pelo povo em recepção organizada pelo vigário paroquial, Padre Alderigi Maria Torriani.

Em 1947, casou-se com Luzia Amélia de Carvalho, de cuja união nasceram José Maurício de Carvalho, Antônio Maurílio de Carvalho (in memorian), Maria Neuza de Carvalho Marques e Nilda Amélia de Carvalho Resende, todos nascidos em Santa Rita de Caldas.

Tornou-se, então, próspero fazendeiro, dedicando-se à atividade agropecuária e à produção, desde 1952, da famosa Cachaça “Sul-Mineira”, conhecida popularmente como “Cassemira”.

Antônio Cassemiro de Carvalho faleceu em 30 de junho de 2001, sendo sepultado no Cemitério Municipal de Santa Rita de Caldas sob salva de 21 tiros como homenagem de honras militares prestada pelos artilheiros do 14º Grupo de Artilharia de Campanha, sediado em Pouso Alegre/MG.

De autoria do vereador Christian Miura, subscrito pelo vereador Gustavo Couto Fonseca e apoiado pelos demais edis, o projeto tem por objetivo preservar a história e prestar justa homenagem ao ilustre santa-ritense.