Os Vereadores que subscrevem, na forma regimental, indicam ao Senhor Prefeito Municipal Ronaldo Tomé do Couto que Sua Excelência acione a COPASA para que esta resolva o problema do esgoto represado no córrego localizado na divisa das propriedades dos Senhores Sebastião, Rua Demóstenes do Rio Branco, 285, e Antônio Jorge, mesma avenida, ao lado do número 99.

Também indicamos que, através de bombas d’água ou caminhão-pipa, seja jogada água neste córrego para permitir o escoamento dos dejetos.

JUSTIFICATIVA

Devido à falta de chuvas, este córrego, que recebe o esgoto de várias casas da região e deságua no Rio Claro, não está com volume suficiente para escoar devidamente. Como ele não possui nenhum desnível, em certo ponto ele acumula uma grande quantidade de dejetos.

Tal situação faz com que o córrego emane um cheiro muito desagradável e forte, incomodando os moradores vizinhos, além de possibilitar a propagação de doenças.

Como sabemos o descarte dos dejetos diretamente no rio, apesar de inapropriado, é muito frequente em qualquer cidade. Por isso, para a resolução simples e imediata deste problema, acreditamos que se deva fazer uma lavagem no local e pedir à COPASA as obras necessárias para o devido escoamento do esgoto e a canalização do local.

Plenário Joaquim Antônio da Silva, aos 16 de Setembro de 2014.

Maria Inês de Lima e Silva
Vereadora

Kélib Assis de Carvalho
Vereador

José Lopes
Vereador

Edson da Silva Braga
Vereador

José Afonso Dias
Vereador