ORDEM DO DIA DA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA TERCEIRA SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA DA DÉCIMA SÉTIMA LEGISLATURA, EM 10 DE MARÇO DE 2015.

 

PRIMEIRA PARTE 

PEQUENO EXPEDIENTE

 

– LEITURA E VOTAÇÃO DA ATA DA REUNIÃO ANTERIOR

            – Efetuar a leitura e votação da ata da reunião anterior.

– EXPEDIENTE RECEBIDO DO PREFEITO  

– Ofícios do Gabinete do Prefeito

– EXPEDIENTES DIVERSOS                                  

            – Nada consta.

– EXPEDIENTE APRESENTADO PELOS VEREADORES

 

– Nada consta.

– INDICAÇÕES

 

– Indicação de nº 032/2015 do vereador Emílio Torriani de Carvalho Oliveira

– Indicação de nº 033/2015 do vereador Emílio Torriani de Carvalho Oliveira

– Indicação de nº 034/2015 do vereador João Milton dos Reis

 

GRANDE EXPEDIENTE

 

 – ORDEM DO DIA

            – MATÉRIA EM REGIME DE URGÊNCIA ESPECIAL

 

– Nada consta. 

            – MATERIA EM REGIME DE URGÊNCIA SIMPLES

 

– Nada Consta

 

– VETOS

 

– Nada Consta 

            – MATÉRIAS EM DISCUSSÃO ÚNICA

 

– Nada consta

 

– MATÉRIAS EM SEGUNDA DISCUSSÃO

                        – Nada consta 

            – MATÉRIAS EM PRIMEIRA DISCUSSÃO

 

– Nada consta.

 

– REQUERIMENTOS

                        – Requerimento de nº 012/2015 do vereador João Milton dos Reis

 

– SOLENIDADE DE APRESENTAÇÃO DOS MEMBROS DO PARLAMENTO JOVEM MUNICIPAL DE 2015

            – entrega de certificados de adesão aos membros do parlamento jovem.

 

– TRIBUNA LIVRE

– Nome: Zuleide de Oliveira

Assunto: Carta de indignação direcionada

 

                        Nome: João Batista dos Santos

Assunto: Não devemos nos calar diante de fatos escropulosos.

 

                        – Nome: Caio César Silva Santos

Assunto: Cemitério e estrada do contorno

 

                        – Nome: Maria Ilda de Carvalho

Assunto: Pontuar e contextualizar a realidade atual supõe a sabedoria de apreender o passado, desafiar o presente e otimizar o futuro. Mulher também é cidadã…poder é compromisso de tolerância e ação.

 

– CONSIDERAÇÕES FINAIS        

                        – As considerações finais são manifestações dos vereadores, devidamente inscritos, sobre assuntos de interesse pessoal, público, ou de sua bancada.